Bike Branca Guiga 25/06/2022

Bike Branca Guiga 25/06/2022

Protesto marca um mês de morte de professor ciclista e expõe a falta de segurança das estruturas cicloviárias na capital.

No dia 25 de junho, uma manifestação na Praça Santos Andrade marcou um mês da morte do professor Aguinaldo Cavalheiro de Almeida, de 48 anos, em razão de um traumatismo craniano decorrente do roubo de sua bicicleta.

O ato, ocorreu por meio de um passeio de bicicletas, que se iniciou às 9 horas em direção ao Centro Cívico. Às 10 horas, na Ciclovia Rio Belém, no trecho localizado entre a avenida Cândido de Abreu e a rua Aristides Teixeira, foi feita a colocação de uma Bike Branca, protesto em que se instala uma bicicleta para marcar a morte de uma pessoa em decorrência de um acidente ou de violência no trânsito.

Organizada pelo movimento Cicloativismo Curitiba, a manifestação pede maior atenção da secretaria municipal de defesa social e trânsito e a melhoria da ciclo patrulha.

– há necessidade de elevar a ciclopatrulha a um agrupamento da Guarda Municipal com a ampliação do efetivo, e a coordenação por um agente comprometido com a causa, diz o cicloativista Fernando Rosenbaum, -atualmente o destacamento da ciclo patrulha conta com poucas bicicletas que não conseguem garantir a segurança dos que utilizam estruturas cicloviárias da cidade.

O que se observa hoje é um cenário de perigo constante aos ciclistas, com ciclovias pouco iluminadas e desertas.

Estamos pedindo já há duas gestões que haja um canal de encontros mensais entre ciclistas e a superintendência de trânsito para que seja considerada a visão do usuário e haja melhoria na segurança.

Quem foi Guiga
Aguinaldo Cavalheiro de Almeida, conhecido como Guiga, era natural da cidade gaúcha de Palmeira das Missões e morava em Curitiba há dez anos. Atuava como professor de Filosofia no Instituto Federal do Paraná e do Colégio Estadual do Paraná. Em março, ele sofreu um assalto em que roubaram sua bicicleta, quando foi agredido e sofreu um traumatismo craniano. Ficou dois meses internado e acabou falecendo em 25 de maio.

 

Texto: Cicloiguaçu

Fotografia: Doug Oliveira

@by.doug @cicloativismo

 

#bikebranca #ghostbike #bicicletaFantasma #ciclistas #cicloativistas #massacritica #criticalMass #curitiba #cicloativismo #bydoug

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.